fbpx
Programa Odontologia Para Todos oferece atendimento de qualidade
Programa Odontologia Para Todos atualmente é distribuído entre 34 unidades. (Imagem: divulgação)

Programa Odontologia Para Todos oferece atendimento de qualidade

Compartilhar

Acesso democrático: programa do Sesc visa atendimento de qualidade em diversas especialidades, incluindo Implantodontia e Prótese Dentária.


Por Andressa Trindade

Quem já possui alguma vivência com o Serviço Social do Comércio (Sesc) talvez se lembre primeiramente das atividades culturais e dos espaços de esporte e lazer. O que alguns não sabem, porém, é que os beneficiários também têm à disposição alguns atendimentos de Saúde. Desde 1946, por exemplo, esta instituição privada – que é mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo, com atuação em âmbito nacional – oferece serviços odontológicos por meio do programa Odontologia Para Todos, que atualmente é distribuído entre 34 unidades, sendo 28 clínicas fixas e seis móveis, todas localizadas no estado de São Paulo.

A estrutura do programa Odontologia Para Todos é ampla, tanto em equipamentos quanto em recurso humano. No total, são 155 consultórios, com uma equipe de 334 dentistas, 173 auxiliares e quatro técnicos em radiologia. Além dos consultórios, as clínicas do Sesc têm em seu formato básico uma recepção, salas de raio X periapical e panorâmico, de higiene bucal, de expurgo e de esterilização. “O Sesc SP busca fornecer um atendimento integral e resolutivo, sem perder o foco em uma das principais premissas, que é a democratização do acesso. Os profissionais são generalistas, capacitados para a execução de procedimentos nas áreas de Odontopediatria, Dentística Restauradora, Endodontia, Periodontia, Prótese Dentária, Cirurgia, Radiologia e, desde 2017, Implantodontia e Ortodontia”, afirma Rogério Ruano, cirurgião-dentista e gerente adjunto da Gerência de Saúde e Odontologia do Sesc.


QUEM, COMO E QUANTO?

Têm direito ao atendimento odontológico do Sesc os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, e seus dependentes matriculados sob a categoria Credencial Plena. “O Sesc subsidia quase integralmente o valor do tratamento odontológico, sendo que o princípio da equidade norteia o cálculo do valor a ser pago pelo tratamento, que varia em função da renda dos credenciados e número de dependentes”, informa Ruano. Segundo ele, esse sistema de acesso considera dois critérios básicos: o primeiro deles é orientado pelos Determinantes Sociais de Saúde (DSS), ou seja, conjunto de fatores sociais, econômicos, culturais, étnicos/raciais e comportamentais que influenciam a vulnerabilidade em relação ao risco de acometimento por doenças; já o segundo, em complemento ao anterior, considera a avaliação clínica e o risco biológico, sendo atendidas, primeiramente, as pessoas que apresentam mais necessidades de cuidados com a saúde bucal.

Só em 2019 foram atendidas aproximadamente 44 mil pessoas até o mês de novembro, com cerca de 761 mil consultas no total.

IMPLANTODONTIA PARA TODOS

Uma das especialidades mais recentes a entrar no quadro do programa, a Implantodontia tem os atendimentos concentrados nas unidades da Avenida Paulista, 24 de Maio e Guarulhos, totalizando sete consultórios e 14 dentistas especialistas. “Desde a inclusão na grade do programa, há cerca de dois anos e meio, já foram realizadas 1.430 cirurgias com implantes instalados e 445 próteses finalizadas”, informa Ruano.

Para ter acesso, o paciente deve se inscrever no portal do Sesc e passar pelo atendimento inicial. Após esta etapa, ele é encaminhado a uma das três clínicas com equipe especializada em Implantodontia e o tratamento segue de acordo com as necessidades específicas da pessoa, com os protocolos de atendimento e com as direções contidas no encaminhamento inicial, buscando sempre o atendimento integral. “O tratamento em Implantodontia é realizado por meio da técnica de carga tardia, com intervalos de seis meses entre a fase cirúrgica e de reabilitação protética, englobando casos unitários, múltiplos ou reabilitações totais implantossuportadas fixas. As três clínicas são equipadas com sala de planejamento e de assepsia; consultórios com foco cirúrgico; radiologia extra e intraoral digital com sistema de placa de fósforo; monitores de 40 polegadas para visualização de tomografias e planejamento dos casos no momento pré-cirúrgico e durante a cirurgia; e sala de repouso com oxímetro de bancada para monitoramento”, detalha Ruano.

No caso das próteses, o Sesc trabalha com laboratórios terceirizados contratados por meio de licitação. Esse sistema beneficia o ecossistema do tratamento como um todo, pois garante a contratação de empresas que executam os serviços com a qualidade exigida, monitorando a prestação deste serviço e fazendo ajustes quando necessários.

Assim como os tratamentos em outras especialidades odontológicas são subsidiados pelo programa – sendo o grau de subsídio inversamente proporcional à faixa salarial e ao número de dependentes –, na área de Implantodontia esse critério também é aplicado. “Dessa forma, impactamos de forma significativa o valor do tratamento para o usuário, o que favorece o acesso ao serviço de pessoas com baixa renda e mais vulneráveis”, conclui.

Atendimentos do programa Odontologia Para Todos:

Capital e Grande São Paulo: Avenida Paulista, Belenzinho, Bom Retiro, Campo Limpo, Consolação, Florêncio de Abreu, Guarulhos, Ipiranga, Interlagos, Itaquera, Osasco, Pinheiros, Pompéia, Santana, Santo Amaro, Santo André, Vila Mariana e 24 de Maio.

Interior e litoral: Araraquara, Bertioga, Birigui, Bauru, Campinas, Catanduva, Jundiaí, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Presidente Prudente.

Fechar Menu