fbpx
Considerações atuais acerca do tratamento de pacientes com osteonecrose dos maxilares induzida por bifosfonatos

Considerações atuais acerca do tratamento de pacientes com osteonecrose dos maxilares induzida por bifosfonatos

Compartilhar

Artigo revisa a literatura a respeito da osteonecrose dos maxilares associada ao uso dos bifosfonatos.


AUTORES

Felipe Germoglio Cardoso Macêdo
Mestrando em CTBMF – FOP/Unicamp.
Orcid: 0000-0002-7739-0700.

Gabriel Albuquerque Guillen
Mestrando em CTBMF – FOP/Unicamp.
Orcid: 0000-0001-6553-2268.

Bruno Costa Martins de Sá
Coordenador da especialização em Implantodontia – Facsete/RO.
Orcid: 0000-0002-0712-647X.

Claudio Ferreira Nóia
Professor da área de CTBMF – FOP/Unicamp.
Orcid: 0000-0003-2336-6737.


RESUMO

Objetivo: revisar a literatura a respeito da osteonecrose dos maxilares associada ao uso dos bifosfonatos (MRONJ), abrangendo as opções de tratamentos que o clínico pode lançar mão diante do diagnóstico dessa doença. Material e métodos: o levantamento bibliográfico foi realizado nas bases MEDLINE via PubMed, Lilacs, SciELO e Biblioteca Cochrane, utilizando as palavras-chave: biphosphonates osteonecrosis, jaw osteonecrosis, maxillary osteonecrosis, osteonecrosis clinical protocol e medication-related osteonecrosis of the jaw. Resultados: 12 trabalhos foram compilados e analisados de maneira sistemática. Nesta análise, notou-se que a literatura descreve diversas opções de tratamento para a MRONJ, porém não há padronização clara em relação a qual terapia deve ser preferencialmente adotada. O debridamento cirúrgico, técnica com a qual o objetivo é remover todo o osso necrótico, parece ser a terapia mais recomendada. Terapias como a fluorescência, fibrina rica em plaquetas, laserterapia e ozonioterapia parecem demonstrar resultados promissores e devem ser encaradas como coadjuvantes ao debridamento cirúrgico. Conclusão: apesar das diversas opções de tratamento para MRONJ, não existe, até o momento, um protocolo reconhecido mundialmente para o tratamento da MRONJ. O guidelines da AAOMS é na atualidade o principal embasamento que deve ser seguido pelo clínico.

Palavras-chave – Bifosfonatos; Osteonecrose associada a bifosfonatos; Osteonecrose.


ABSTRACT

Objective: to review the literature on bisphosphonate-associated jaw osteonecrosis (MRONJ), covering the treatment options that clinicians can use in the diagnosis of this disease. Material and methods: the bibliographic survey was conducted in Medline databases via PubMed, Lilacs, SciELO and Cochrane Library, using the key words: biphosphonates osteonecrosis, jaw osteonecrosis, maxillary osteonecrosis, clinical protocol osteonecrosis of the jaw. Results: twelve papers were compiled and systematically analyzed. In this analysis the literature describes several treatment options for MRONJ, but there is no clear standardization as to which therapy should preferably be adopted. Surgical debridement where the goal is to remove all necrotic bone seems to be the most recommended therapy. Therapies such as fluorescence, platelet-rich fibrin, laser therapy, and ozone therapy appear to show promising results and should be viewed as adjunctive to surgical debridement. Conclusion: despite the diverse treatment options for MRONJ, there is as yet no worldwide recognized protocol for MRONJ treatment. AAOMS guidelines are currently the main foundation that should be followed by the clinician.

Key words – Biphosphonates; Biphosphosnate osteonecrosis-associated; Osteonecrosis.


Recebido em nov/2019
Aprovado em dez/2019

Fechar Menu